quinta-feira, outubro 23, 2008

apaciguado

"Pero qué seriada y monótona resulta esta hora tensa, la mañana, la extensión difusa y considerable de la vida misma."
D. Eltit

3 comentários:

fabulous disse...

"Bom domingo pra voce




O bem-estar é uma coisa muito estranha.
A claridade que não clareia nada. Não incomoda.
A vizinhança está silenciosa.
O telefone não toca.
A comida é boa.
Os carros não buzinam.
Não faz calor.
O homem que limpa vidro no sinal não insiste.
Assisti a um filme, não entendi nada, mas senti tudo.
O coração é simples.
Acordei finalmente.
Do domingo que deteriora, que infecciona com seu próprio nada.
E me deixa sozinha na noite de outra pessoa.
Vou fazer do meu próximo sábado à noite um reveillon modesto.
Pois, se meia-noite do domingo é começo de Ano Novo, vou fabricar sonhos.
Não tenho vergonha de dizer que desejo o máximo.
E deve, eu sei que deve, existir um modo em mim de chegar a isso."



Meu

lavis disse...

My love,
como falei.. fiquei sem palavras depois desse poema..

mas nem vou dizer que eu gostei, sabe?! pq essa pessoa se acha demais visse!?

xero

lavis disse...

my love,
ta na hora de atualizar isso aqui.. vc não acha?!